Make your own free website on Tripod.com
Home
CONTEXTUALIZAÇÃO X MUNDANIZAÇÃO
UMA NOBRE MISSÃO!

Estudos Biblicos - Por Marcos Garcia Soares

UMA NOBRE MISSÃO!

“UMA NOBRE MISSÃO!”

 

Todos temos conhecimento do desafio que é realizar missões. É verdade que raros são os ministérios cristãos que estão de fato preocupados em obedecer e cumprir a ordem imperativa deixada por Jesus: “Vão pelo mundo todo e preguem o Evangelho a todas as pessoas(Mc. 16:15). O que vemos são igrejas preocupadas com as suas programações e agendas anuais, além de investirem quase que a totalidade de sua arrecadação financeira em sua estrutura interna, o que visa apenas o conforto e a satisfação de sua membresia. Parece que a igreja hodierna está para missões assim como o profeta Jonas estava para Nínive, em outras palavras: desinteressada, omissa e enxergando o desafio missionário como “um bicho de sete cabeças” que parece impossível de ser vencido. O melhor seria fugir e fazer de contas que este bicho não existe. Será que teremos de encarar tempestades, mar revolto ou mesmo o desconforto e a solidão do interior mal cheiroso do estômago de um grande peixe para podermos obedecer e executar os planos de Deus?

Jesus nos informa que até mesmo os religiosos da sua época faziam missões, percorrendo o mundo inteiro atrás de um prosélito, ainda que com uma motivação errada: “colocarem uma carga legalista sobre os homens que nem mesmo eles podiam cumprir” e ao fazê-lo os tornavam duas vezes mais filhos de satanás do que eles mesmos! Como é fácil sermos iludidos pelo senso de religiosidade. Imaginem que se até os religiosos da época de Jesus realizavam a obra missionária, ainda que a motivação não fosse a correta, o que será de nós se a nossa justiça não exceder a deles? Jesus nos diz sobre o triste destino da igreja negligente: “Pois eu lhes digo que se a justiça de vocês não for muito superior a dos fariseus e mestres da lei, de modo nenhum entrarão no Reino dos céus”.

O que precisamos enxergar é que realizar missões deve ser um ato, não apenas de obediência irrestrita, mas, de prazer e perfeição.

 A vontade de Deus é que o evangelho seja pregado em todo o mundo, e esta mesma vontade é boa agradável e perfeita(Rm. 12:2). Portanto, não temos o direito de omissão naquela que é a nossa primeira e principal missão como igreja.

 Esforcemo-nos e andemos em obediência e de forma coerente com a nossa fé!

 

                                                        Pastor Marcos Garcia Soares.